FALTAM 95 DIAS.

Empreendedorismo não é (só) improviso; conheça cursos voltados para negócios

Data: 30/08/2016
Fonte: iBahia /Online


Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.

Um improviso pode até cair bem num momento de inspiração e necessidade de sair de uma crise. Mas, para se dar bem no empreendedorismo, em geral, é preciso bem mais do que isso: a começar por planejamento e preparo. No país em que mais da metade das empresas fundadas fechou as portas após quatro anos de atividade, de acordo com uma pesquisa do IBGE de 2013, o desafio de mudar o cenário de alta mortalidade realmente é grande. Mas há aliados: diversos cursos, entre oficinas e pós-graduações, preparam os dispostos para abrir um negócio, lidar com adversidades e expandir.

Veja também: 3 atitudes para pequenos empreendedores crescerem na crise

— Na verdade, não existe uma fórmula exata. Mas é importante conhecer o negócio como um todo e os mecanismos de uma empresa, desde fornecedores até a parte de gestão de pessoas — orienta Davi Abrantes, coordenador do escritório do Sebrae no Centro e na Zona Sul.

Paula Peixoto, de 36 anos, se inscreveu no Empretec do Sebrae após crescer seu negócio, o Boutique da Beleza, e incluir atendimentos médicos — dermatológico e pré-cirúrgico para operação estética —, psicológico e um centro de formação técnica de profissionais de beleza sob o novo nome, Rio 43 - Instituto de Beleza e Bem-estar. E. em dois meses, atingiu mais metas do que imaginava.

— Isso me fez focar mais, ter planejamento e escolher o caminho que queria seguir. Meu faturamento cresceu em 30% — conta ela, animada com os resultados obtidos.

Associação de Francising também prepara

Embora as taxa de sobrevivência no franchising sejam bem melhores em todo o país (apenas 3,7% das unidades de franquias fecharam, no país, no ano passado), isso não é tudo, aponta o diretor de Capacitação da Associação Brasileira de Francising Rio (ABF Rio), Paulo Mendonça.

— O bom da franquia é ser um sistema já testado, em que o franqueador vai ajudá-lo, dar muitas informações. Isso não tudo. Quando você toma uma decisão como essa, a de abrir um negócio, capacitação é fundamental — afirma Paulo, avaliando uma das fases para a qual é mais importante estar preparado: — É preciso fazer a análise de franqueabilidade, entender as despesas, e estudar quanto comprar e vender.

Essa é uma das razões que levaram a publicitária Raquel Crispel, de 59 anos, buscar a orientação em turma.

— Entendo de publicidade. Não de franquia. E uma coisa é vasculhar sozinha. Outra é com orientação, mas sem depender totalmente de um consultor. Vou abrir no ano que vem e já escolhi segmento de alimentação e franquia — diz ela, mantendo o nome em segredo.

A ABF tem o “Entendendo o Franchising”, programa voltado para franqueados, e o “Programa de Capacitação em Franchising”, que aborda temas mais interessantes para quem quer formatar seu negócio para o sistema de franquias. Na prática, porém, todos podem participar dos dois.

Leia também

» Pesquisa Dia dos Namorados: lojistas acreditam que consumidores devem gastar entre R$ 50 e R$ 100 » Mercado espera crescimento nas vendas de carros em 2017 » Setor automotivo começa a se recuperar em 2017
Informações & Vendas:
+55 21 2441-9361
expofranchising@fagga.com.br
COMPRE SEU INGRESSO
COMO CHEGAR
VIAGEM + HOSPEDAGEM
Endereço:
Rua Salvador Allende, 6.555
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro, RJ